Pular para o conteúdo principal

Postagens

Novembro Negro na aula de Informática Educativa!

Este semestre estou trabalhando com os 8°s anos redes sociais e internet. Iniciamos com os princípios de montagem de Blog, passando pelo Twitter como ferramenta de sintetizar ideias e fazer debates e este mês vamos falar de YouTube, e o foco hoje foram os Youtubers Negros.

Sequência didática:

Contexto: Iniciei a aula levantando com a turma quem segue Canais no Youtube, na sequencia perguntei quantos desses Canais os Youtubers são negros ou negras. Relacionei a pergunta com a data de 20 de Novembro e também com o filme exibido meses atrás no Cine Clube, Uma História de Amor e Fúria. Em seguida comuniquei teríamos dois momentos: a) assistir dois vídeos juntos e b) e leitura e pesquisa.Os vídeos foram previamente selecionados, baixados e colocados na pasta compartilhada. O primeiro sobre a tag #EuSou criada pelo Youtube para o evento YouTubers Black Brasil. O segundo vídeo, um bate-papo de um dos mais antigos youtubers, o PC Siqueira, com a youtuber Nátaly Neri, do canal Afros e Afins. (l…
Postagens recentes

Oficinas de Comunicação e O Grito do Glicério

No último sábado, 21/10, meus alunos do Grito do Glicério, da Emef Duque de Caxias, viveram uma experiência incrível! Filmagens do curta metragem, que vem sendo construído desde fevereiro em parceria com as oficinas de comunicação com a Rosemeire e o Marco. Eles mobilizaram um bonde de profissionais da área do audiovisual e cinema!! Foi sensacional!!! Se foi pra mim, imaginem pra eles!!! Em breve maiores informações!!!! Agradeço a tod@s, especialmente aos estudantes e suas famílias!

<3 span="">

A Terra é plana? Pergunte aos dinossauros!

Parece inacreditável que em pleno século XXI, estamos diante dessa (falsa) polêmica sobre a Terra ser plana (acreditem se quiser!!!!). Essa afirmação, que parece piada, mas que muitos estão tentando comprovar, vem num pacote completo: censura na arte, perseguição teórica na educação através do projeto Escola Sem Noção, ops, Partido, além de discursos de ódio, ameaças, leis que ampliam o desmatamento, facilitam o trabalho escravo, violência contra as culturas de matriz africana, crise política, judicialização da vida cotidiana, violação dos direitos humanos e mais um tanto de acontecimentos que estampam as páginas dos jornais todos os dias, resolvi partir pro ataque compartilhando planos de aula que utilizei nesses últimos anos em Sociologia, Geografia e Informática Educativa.

O plano de hoje é um plano de Sociologia para os 1ºs anos do Ensino Médio. Para tornar o conteúdo mais interessante, vocês sabem que os professores têm que se virar nos 30, então busquei aperfeiçoar o uso do audi…

#BlackLivesMatter nas quebradas de SP.

"Ei São Paulo, terra de arranha-céus, a garoa rasga a carne, é a torre de Babel". (Racionais - Negro Drama)
O trecho de Negro Drama traduz bem a tarde fria e chuvosa de Sampa, na terça-feira, dia 08 de junho, quando Fábio e eu, representando nosso coletivo, Kilombagem, fomos buscar o jovem Kleaver Cruz, 28 anos, membro do Black Lives Matter em Nova Iorque para fazermos um rolê no centrão da capital mais rica do Brasil.
Quando Marisa Fefferman nos colocou na missão de sermos um dos grupos a recepcionar o militante, fiquei pensando onde levá-lo, ela sugeriu que seria muito bom ele conhecer nossa realidade, nossas quebradas. Assim pensei num roteiro que chamei deRoots, para lhe mostrar os pontos PRETOS no centro, pra que tirasse suas próprias conclusões se "existe amor ou não em SP".
Encontramos Kleaver no hotel e de cara foi muita afinidade e simpatia recíproca. Marisa nos avisou que o mano falava Espanhol com fluência e algumas coisas em Português, o que nos causou…

COTAS SIM!

No tocante a aprovação essa semana de cotas étnicas na Unicamp, um eterno aluno me questiona em rede social porquê sou a favor das cotas. Fiz uma breve reflexão: 
Dizer não as cotas é dizer q não existe um abismo entre brancos e negros, entre brancos e indígenas no Brasil. Nós negr@s saímos em total desvantagem na corrida por qualquer coisa. E as cotas são parte das "indenizações" que não recebemos quando da falsa abolição, que colocou nossos ancestrais nas ruas com uma mão na frente e outra atrás. Não precisaríamos de cotas se nós, negros e indígenas, não fôssemos os mais pobres. Não precisaríamos de cotas se não houvesse racismo. As cotas não são um fim, elas são um meio pra chegar a uma equidade mínima, quem sabe... Embora no capitalismo elas sejam importantes numa perspectiva de resistência, ainda são muito paliativas, mesmo assim, não podemos abrir mão, pelo contrário, ampliar de forma estratégica todos os direitos, nenhum direito a menos! Pelo direito às co…

Happy hour de professoras acaba nisso...

Adoniran é zica!